sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Do parir

Eu tomei um café chamado Bon Bon. Hazenult syrup, shots de expresso e algum segredo bem guardado. 

Recebi carinho pelo correio. 



Aqui tem um menino que arruma gravatas em caixa e escreve "bow ties" na porta do armário. Um quarto só para gravatas borboletas. Um sonho bom.

Ele assistiu uns vídeos de um -- YouTuber. Quis comprar a mesma marca de roupas que o YouTuber anunciou no canal. No outro dia ele decidiu que seria um YouTuber. Eu não serei mãe de um YouTuber. Ou celebridade da internet. Ou sub-celebridade da Internet. ou, ou, ou... de uma pessoa cuja profissão é -- modelo!

Aparentemente, crianças e adolescentes estão se relacionando com mundo por meio de YouTubers. Uns emoticons lesados.

Eu não pari pra isso. Sou arrogante. Eu não pari um filho pra ele ser YouTuber. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário