terça-feira, 31 de maio de 2016

Aqui e ali

Verão e ferias escolares. O menino vai para a terceira serie. Teremos piscina, sol, mosquitos e repelentes contra mosquitos e todos os clichês do verão. Lake Michigan. Escolhemos as leituras para nossa viagens. Escolherei roupas navy. Nautical? Tem coisa mais americana do que roupas estilo navy?


Elena Greco me catou bem antes de todo o boom sobre o livro. A pobreza a que os personagens vivenciam eu ja vi. Meninas paupérrimas espiando a televisão pela janela da casa da vizinha. A vizinha um pouquinho melhor de vida. Espiando a coleção de papeis de carta da filha da vizinha. Invejando as canetinhas com cheiro de tutti-fruti e framboesa. Alem da pobreza, a violencia. Homens horríveis em um ambiente onde a violencia é naturalizada. Pais, irmãos, amigos, espancando meninas e asmães  dessas meninas. Cotidianamente.


Eu so não quero ter de contar para voce, pela milionésima vez, que a culpa nunca é da vitima. Não quero olhar para sua cara e ver a zombaria com que você se refere a mim. A feminista. Você ja me chamou de revoltada também. Eu não quero ter de ir tao longe para te ouvir grasnar que sou histérica. Aqui eu ja tenho um pai preocupado. O filho gosta de rosa e da Minnie. O pai acha que o menininho de quatro anos tem algo errado e que é muito bom quando ele está com meu filho. Aparentemente, a cartela de cores da qual meu filho prefere é máscula. E a correta. A cor rosa deixa a masculinadade, fragilíssima, na berlinda. Trinta homens estupram uma moça, filmam e colocam na internet. O delegado é afastado do caso por total falta de decência para tratar com uma vitima de um crime horrendo. Not fit for the job! Machos imbecis em ternos mal cortados. Enfim, esse pai esta preocupado com os gostos do filho.





Os livros de Elena e o livro dentro dos livros de Elena. Little Women. 

4 comentários:

  1. Elena <3
    Little Women <3 <3 cresci lendo esse livro e ainda amo apesar daquela pegada conservadora cheia de lições de moral. Engraçado é que o filme de 33, com a Katharine Hepburn, pega muito mais leve nos sermões do que o de 94, com Winona Ryder.

    ResponderExcluir
  2. eu fico super triste com essas ~preocupações~

    tanto quanto os crimes, essas situações me lembram como estamos longe. tão, tão longe. e como afeta todo mundo. meninos inclusos.

    ResponderExcluir
  3. <3 querida.
    E, sim, Mulherzinhas.
    <3
    Seremos Jo. Todo dia.

    ResponderExcluir