quinta-feira, 11 de setembro de 2014

To be continued

  O respeito no transito. Cadeia certa para quem dirige alcoolizado. Um pouco de justiça social aqui e eu adoro. Quando estou fazendo caminhada, mesmo estando na calçada, os carros desaceleram e mudam de faixa ao passar por mim, por qualquer transeunte. 

  Nenhuma mulher morre ao fazer um aborto clandestino pelo simples fato do aborto aqui não ser um crime. Abortos são feitos nas clinícas especializadas e garantido por lei. Veja aqui. Minha cunhada ficou escandalizada ao saber que o direito ao aborto segurado por lei -- no caso de uma gravidez indesejada -- no Brasil não existe. Aqui, apesar de fundamentalista religiosos do meio dos infernos querendo fechar as clínicas, toda mulher pode abortar de forma segura -- naquele tempo de gravidez estipulado. 

  O lixo vai para o lixo. Conversando com uma cuidadora da floresta no Colorado, ela disse que a 30 anos atrás as pessoas sujavam mais o meio ambiente. Que agora existe uma participação coletiva em manter o lixo no lixo bem maior. Aqui as pessoas usam as lixeiras, recolhem o proprio lixo e eu morro de vergonha ao lembrar a situação no Brasil.

  A figura da empregada doméstica. Não existe. Cada um limpa seus negócios, seus trens, suas coisas, suas casas. Do jeito que dá e com participação de todos. Não escuto o papo furado de dondoca e dondocos dizendo o quanto fulaninha é porca e faz tudo mal-feito. Lolla sempre diz que as madames brasileiras precisam baixar o padrão de limpeza. E não é verdade? Dá para limpar tranquilamente a casa se o fanatismo por limpeza diminuir e os folgadinhos do resto da familia participar. Dizem até que casais que limpam a casa juntos trepam melhor. Ei! Não custa tentar.

  Por falar em limpeza, os produtos são mágicos e máquina de lavar e secar roupas, aspiradores de pó e lavadora de louças tem preços bom e funcionam direito sem entortar por qualquer coisinha. Isso ajuda muito a manter a casa limpa. 

  Parto normal. Cirurgia só em caso de emergência. 

  Receber cantadas na rua. Não vai acontecer com você aqui. Não ser constrangida por um Fiu-Fiu! Que maravilha!

  E por fim:


Para os americanos branco é branco, preto é preto (e a mulata não é a tal *)
Bicha é bicha, macho é macho
Mulher é mulher e dinheiro é dinheiro. 
                               Caetano Veloso

Ou toda a letra da música. Para o bem ou para o mal. É por isso que não volto. Não é somente isso, né? Tem os zilhões de problemas, no entanto, tem essas coisas aí que me fazem ficar. 


*não é talzinha. Ela tem um nome.

2 comentários:

  1. Eu também moro aqui. E não gosto. Não por que sinto falta de jabá ou de farofa. Não por que eu não tenha empregada ( embora eu morra de saudade). Não por que eu não fale inglês ou seja xenofóbica.

    Morei em 6 países. Adorei 5. Australia e NZ são países de primeiro mundo, com transito organizado, gente educada, direitos respeitados. Morei no Oriente Medio. UAE e Bahrain - uma zona, uma baderna. Saí do Brasil ( com todos os problemas que nós conhecemos tão bem) - amei cada lugar, me apaixonei pelos locais. Aprendi muito.

    Aqui nos Estados Unidos, sabe-se lá por que, cai no meio de um povo homofóbico, racista e preconceituoso. Não sei lidar com isso. Eu surto!

    Pessoas que nao precisam viajar por que "aqui tem tudo", que nao aceitam diferenças por que "nós fazemos melhor", gentinha mesquinha que se atreve a dizer: "Tá aqui? Faça como nós!" e é claro eu não estou me referindo a jogue o lixo no lixo e não cuspa no chão...

    Gente que grita aos sete ventos - EU SOU LIVREEEEE, quando na verdade eles estão se comparando á Nigéria, e não á Holanda.

    Um pessoalzinho que me dá enjoo e nojo. Mas eu não desisto, continuo procurando a minha turma. Eles deveme star escondidos em algum lugar por aqui!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Interessante né? Vc veja que eu postei/listei coisas totalmente sobre atitudes, leis. Não postei sobre o antro do suburbs - branco - racista e burro que, veja bem, circunda o local que eu moro. O que salva é Chicago. O suburbs é tal qual vc descreve no seu comentário. Homofobia e racismo dando com o pau. Ah, e a burrice de não viajar "porque aqui tem tudo..".

      O jeito é caçar a turma seja onde ela estiver.

      *eu iria adorar a Holanda.

      Excluir