quarta-feira, 19 de março de 2014

Contei

Quem não pode com o pote, que não faça então a rodilha. O melhor ditado. O melhor dizer. O dizer dos antigos que está caindo como uma luva por aí, por aqui.


Mesmo sabendo que vai nevar na próxima semana, limpei as janelas. Fingi que já é primavera.


Ouvindo Otto em loop.

Meço 1 metro e 70 centimetros e até ontem pesava 57 kilos. Meu médico me mandou emagrecer. Se eu emagrecer não preciso operar da hérnia. Hérnia fruto daquela barriga imensa de gravidíssima. Emagrecer e fazer exercicios fisicos. Tudo que eu detesto.


Rita comprou aparelho de ginástica para usar em casa. Diz que irá contra todos os prognósticos e vai sim usar o aparelho. Aqui em casa tenho uma pessoazinha. Ela faz ginástica em casa. A ergométrica e o elíptico não tem chances de se tornarem cabides.

Tentei ler enquanto usava o elíptico. Fiquei tonta. Tentei ler e usar a esteira. Quase saí voando, catando cacos. Labirintite, velhice, preguiça.


Americana do interior da cidade grande me pergunta porque eu coloquei um disclaimer no meu Facebook, dizendo que só adiciono familia e amigos do Brasil. Quase disse que era para não me deparar com o racismo, a misoginia e a xenofobia dela e dos pares dela. Pessoa que tem medo de andar no trem com alguém  que usa turbante. Qualquer turbante. Pode ser que seja um Sikh. Ela tem medo. Mulheres e garotas usando véus, Khimar, Chador, Hijab, Shayla, Burka, Niqab. Ele tem medo. Os pares iguais a ela também também sentem medo. Exploram mão de obra de imigrantes sem documentos. Apóiam a construção de um muro  na froteira México-EUA.

Eu não preciso do seu like. Eu não preciso do seu curtir.

4 comentários:

  1. Quase nunca comento, mas hoje deu vontade que adoro seu blog e queria que viesse me visitar pra tomar suco de laranja comigo! =)

    ResponderExcluir
  2. Adoro seu texto. Despojado e cult. Subjetivo e universal. Íntimo e escancarado. Sua cara !

    ResponderExcluir
  3. Leio na bike, mas o bacana mesmo é ouvir musiquinha e ficar vendo a criançada no escritório pela porta de vidro. Tô gostando.

    ResponderExcluir