segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Das saudades que não existem.

Três dias longe do bichinho. Minúsculo ficou com os avós. Foi ao cinema, comeu porcarias, passou por cima de proibições maternas. Rasgou o manual. Quando voltei da viagem, perguntei se ele tinha sentido saudades de mim. Ele disse que não, não sentira saudades de mim. Arrematou dizendo:

- Sorry, mom!

Um comentário: