quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Era só para registrar

Eu passei o final de semana no Michigan. Nesta época do ano lá fica coalhado de gente procurando se divertir no Lake Michigan e em outros pequenos lagos do Estado. O Michigan é bem bonitinho, arborizado, não é flat igual ao Illinois, tem menos fazendas de grande porte e, afastado de Detroit, que foi reduzida a 'último lugar na lista de cidades para conhecer', a paisagem é composta de casas enormes, lindas e com jardins bem cuidados. Quando estamos indo para a competiçao de motos, passamos por 2 cidades que reflete o quanto os EUA é um país dividido. Em New Bufalo, MI, a riqueza material tá lá escancarada e a gente pergunta - Cadê crise? Para quê tanto iate, jet sky, carro importado? Já Gary em Indiana coloca a gente em uma depressão tão grande que é um custo acreditar que poucas milhas separam as duas realidades. E eu não vim de um país que prima pela igualdade social. Nem deveria estar chocada com os white trash americanos, por exemplo mas, aqui meus olhos estão o tempo todo sendo sacudidos pelo contraste. E eu vou chamar de naive aqueles brasileiros conhecidos meus que endeusam os EUA e, usarei o mesmo termo para chamar aqueles que tem nojinhos dos EUA sem antes dar uma chance. Aqueles que acham muito legal os americanos serem super patriotas, tarados por uma guerra e terem bandeirinha do país pendurada até no chuveiro, esses eu chamarei de burros mesmo. Idem para aqueles que juram que os EUA estão lascados economicamente neste momento 'por causa da invasão da mão de obra dos imigrantes ilegais'.


Mas nem era sobre isso que eu queria falar.

Meu marido resolveu vaijar no trailer, correr de moto no final de semana e de lá nós passaríamos 2 dias acampados no lago. O único detalhe é que minha cunhada foi mandada de volta da clínica para casa pois, os médicos disseram que ela vai ficar mais confortavel com a familia. Ela está usando aparelho respirador, cadeira de roda, cama de hospital com colchão especial além de, ter um dreno que faz a parte fisiológica. A paisagem não está bonita e nem tem chances de ficar. E meu marido resolveu sair de perto da irmã e eu fui com ele porque sei que ele não está bem. Ninguém está bem na verdade mas, tem gente que pira de outras formas. No momento eu não sei bem quem sou eu neste negocio de familia então, eu vou catando as pessoas aqui e ali e ajudando elas a levantar. Ando medicada mas ninguém precisa saber dos meus demônios. Minha sogra não precisa saber. Ela diz que minha cunhada não reclama nem um segundo das dores e da naúsea que um paciente de cancêr enfrenta. No aniversário de Ethan, ela colocou as jóias e maquiagem e veio cantar parabéns para ele. Foi o enfrentamento de muitos olhares pois ela está tão magra que a gente fica desconfortável em olhar mais um pouco. Agora que ela não consegue mais se locomover sem ajuda, ela não está recebendo ninguém. Uma amiga dirigiu horas para visitá-la enquanto discutia com ela ao telefone que, por sua vez, proibia a moça de vê-la. A moça ligou para mim, e entre choro, risos e toda a história delas duas desde o High School, eu a convenci de que minha cunhada quer que todos imaginem ela lindíssima e feliz 'como naqueles tempos' e não no estado que ela se encontra.


No mundo injusto, está indo embora uma moça talentosa, integra, inteligente, uma artista. Quando eu falo para alguém sobre Christy, eu sempre começo dizendo que ela é uma das mulheres mais classy com quem convivo aqui nos EUA. E ela sabe pintar, esculpir, ser elegante nos momentos mais awkward. E eu não sei nem fazer um embrulho de presente. Eu fico boba mesmo dizendo para mim - 'Uau, essa mulher é um luxo'. Ainda bem que ela fez tudo que quis e algumas vezes fez o que não queria porque tinha de ser feito. Enfrentar trabalhos que não tinham nada a ver com a área que ela estudou, por exemplo. Mas ela morou no Colorado e produziu como nunca. Plantou a própria comida e viajou com os amigos do coração. Foi a todas as festas. E ganhou a pecha disso e daquilo por ter ido a todas as festas. Ainda bem que ela não deu ouvidos a gentinha cafona e pequena.

10 comentários:

  1. Ela certamente viveu muito mais do que tanta gente que vai morrer bem velhinha por aí.

    ResponderExcluir
  2. Christy é linda. Ela acabou de me emocionar através de você, Mari!:/
    Eu entendo o lado dela, sabe?! Em não querer ver mais ninguém pra que assim todo mundo lembre dela lindíssima como é. Mas é horrível não poder estar por perto mesmo enqnt pode-se estar ,né?!:/

    ResponderExcluir
  3. Esse post é uma linda linda declaração de amor, Mari, eles têm tanta sorte de ter você por perto nessa hora.

    ResponderExcluir
  4. Ela certamente viveu muito mais do que tanta gente que vai morrer bem velhinha por aí [2]

    Tudo isso me comove, a força da sua cunhada, a necessidade do seu marido de sair um pouco, a sua sensibilidade de acompanhá-lo. Queria muito, muito mesmo que cada letrinha que deixo aqui fosse um abraço, um cafuné, um café, uma dose de vodka, o que vc precisasse. Beijos, baby.

    ResponderExcluir
  5. Eu nao sei o que dizer nao, toda vez que voce fala dela eu choro aqui. Ainda bem que eles tem voce que, mesmo nao tendo certeza do seu lugar na familia, faz parte dela e pronto.
    Que a sua cunhada tenha paz, muita paz.

    ResponderExcluir
  6. ah, que bonito isso.

    Faço minhas as palavras da tina.

    ResponderExcluir
  7. frases pesadas, broder. sei nem o que dizer.

    "eu a convenci de que minha cunhada quer que todos imaginem ela lindíssima e feliz 'como naqueles tempos' e não no estado que ela se encontra". :/

    ResponderExcluir
  8. Sinta-se abraçada, minha cara. Sintam-se todos abraçados. E eu realmente acredito que gente como a Christy está em falta nesse mundo. E gente como você também, gente que sabe amar, simples assim.

    ResponderExcluir
  9. Seu post me fez pensar tanto. Faz tempo que eu tô pra passar aqui, mas na verdade não sabia muito o que dizer. O que eu queria mesmo, no fundo, é que existisse teletransporte pra eu passar um tempo contigo, te dar aquele abraço. Como eu tenho vontade de te abraçar, Mari.

    ResponderExcluir
  10. Ontem eu vi isso aqui

    "Minha cunhada foi embora hoje as 2 da tarde no horario do IL."

    E de imediato soube que mais do que todas as vezes que senti vontade de te abraçar, essa vontade de ontem e de agora, é ainda maior... Bem maior!=(

    Meus sentimentos, viu?! De verdade, sinto tanto...

    ResponderExcluir