terça-feira, 10 de maio de 2011

Chico e outras coisas

Eu tenho um gato. Eu sou alérgica. E você quer entender como alguém que sofre de alergias pode ter um gato.

Aparentemente ele foi abandonado. Minha sogra o encontrou no campo durante uma caminhada. Ela tem 2 gatos e cachorro então, ela o manteve no barn. Cuidou dele e ele foi ficando. Enquanto isso ela tentava encontrar o dono do gato. Ninguém apareceu para solicitá-lo de volta. Como nenhum dos amigos podiam adotar o gato, sogra começou a negociar comigo a vinda do gato para minha casa. Aqui já é verão. O inverno engoliu a primavera. Significa que está quente e abafado igualzinho que nem Cuiabá. Só o bafo na cara da gente. Tudo colorido pois a galera está cuidando dos jardins. E eu estou cuidando de tomar Allegra e similares e respirar. Para uma pessoa que respira a base de anti-alérgicos, um gato a mais, ou um gato a menos não faz a menor diferença. Foi isso que eu coloquei na lista de prós e contras. E assumi a criação do gato. Mas primeiro eu cai de amores por ele. Aí já era, xóvens! Como sou pão dura, perguntei para a sogra se ela podia mantê-lo com ração e aquela areiazinha que fica no banheiro dele. Ela trouxe tudo e mais um pouco para manter meu bolso feliz. O marido limpa a caixa e põe comida para ele.

Já comprei coleira com guizo (!) e arranhador para ele. Estou caçando uma coleira com o simbolo do arco-íris. Alguém tem de ser gay nesta casa boring.

O nome dele é Chico. Pensei em Sabino ou Tom. Claro que eu estava pensando em escritores e músicos quando escolhi o nome.

Eu não sei como alguém teve coragem de abandoná-lo. Ele é doce, educado e carinhoso. E santo. Para conviver com Ethan tem de ser antes de tudo santo.

Gente, é a primeira vez na vida que tenho um animalzinho de estimação.


***

Quero fazer um agradecimento público a Keyla e a Lolla. Por causa de seus xingamentos amigáveis, hoje tenho unhas grandes e mãos bem cuidadas. Aprendi a usar a luvas de borracha nos trabalhos domésticos. Obrigada!

***

Assisti Rio. Amei demais. Minha amigona disse ter achado o filme esteriotipado. Eu ando em um universo tão paralelo e a saudade é tão forte neste coração expatriado que, amei o filme mesmo assim. Não vou ter de explicar a dinâmica - superficialmente é claro - do carnaval para os americanos. Simplesmente vou mostrar o filme.


***

Estou tendo um revival com tudo que minha irmã grávida está passando. Sabe a pentelhação de gente sem noção dando conselhos que a grávida não pediu? Estou revivendo tudinho de novo com ela me contando os causos. Espero que minha mãe faça com ela do mesmo jeito que fez comigo quando tive meu bebe. Botou visitas para correr, cuidou do umbigo do nene e me manteve na dieta preescrita pela médica.


***

6 comentários:

  1. Num post por partes, vamos por partes:
    1. Amo bichos, nunca tive gato. Filha e eu vivemos à base de Allegra e alegra-me saber que não somos as únicas. E a menina é doida por gatos. Morri.
    2.Ainda aprendo a usar luvas nos serviços domésticos, minhas mãos são descuidadas.
    3. Adorei o filme tb, mais pela cor do que por qualquer outra coisa, e pq é um filme feliz.
    4.Gente que dá conselhos a gestante tem de monte. Torcendo pra sua mãe ter a mesma atitude que teve com vc, pelo bem da sua irmã e do bebê que virá.

    Beijokas.

    ResponderExcluir
  2. Vida longa a você e seu gato! é muito bom ter um animalzinho em casa, principalmente com criança, a vida inteira tive cachorro.
    bjs
    Jussara

    ResponderExcluir
  3. Não é chato pro gato viver chacoalhando um guizo? Eu ia comprar um pra Mimi, pra alertar os passarinhos da presença dela, mas fiquei com dó do bicho ficar o dia todo ouvindo o barulhinho. =P

    ResponderExcluir
  4. Oi, suas lindas!

    Eu sou uma mãe nova no ramo de gatos então, o guizo atrapalha eles? Mas eu achei tão fofo o colar com guizo! Também me ajuda a ouvir quando Ethan ta correndo atrás dele e ele tá desesperado. Li em algum lugar sobre um chip para localiza-lo. Tô amadurecendo a idéia. Alguém me bate pelamordeDeus.

    Ai, Tina, é tão fofinho eles com o guizo.Não sei se é fofinho para eles - provalvemente eu vou ser denunciado por crueldade. Escuta o que estou te falando.

    ResponderExcluir
  5. Ah que bacana, amigues! Olha, eu não gosto de gatos não. AUHSUHSUAHSUAUHS ACHO LINDO, mas não sou chegada a criar animal nenhum. Nem paciência, nem coragem, nem... nem. AUHSUSHUAHSUHASHHA
    Mas é companhia ótima pro fofo do Ethan, né?!

    /se um dia eu for mãe, você deixa eu colocar o nome do meu filho de Ethan?! kkkkkkkkkkkk

    Beijo, sua linda!

    SAUDADE :~

    ResponderExcluir
  6. "Gente, é a primeira vez na vida que tenho um animalzinho de estimação" ooowww hehehe li essa frase como se fosse uma criança desabafando hehehe

    ResponderExcluir