segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Para minha prima



[Minha prima em foto recente com sua filha Isabele]


Hoje faleceu minha prima querida. A mocinha timida, brejeira e petite com quem eu brinquei na infancia foi embora depois de lutar por sua vida na UTI em Brasilia. Ela estava no sétimo mês de gestação e tinha um quadro de pressão alta, diabetes gestacional e falência dos rins. Na cesárea de emergência a que ela foi submetida, nasceu Sofia, que permanece em observação na maternidade. Sofia está forte e em pouco tempo irá pra casa. Meu pai me disse que ficou pensando horas em um texto para me dar a notícia. Eu resolvi escrever após passar a tarde chorando e vendo fotos dela no pc. Escrevo, pois já liguei para todos no BR. Aqueles que conseguiram articular alguma conversa entre as lágrimas, me disseram as mais diversas coisas. Alguns disseram que ela descançou. Quando falei com minha mãe, ela falou em sina pois a história se repetiu 32 anos depois com a sobrinha. Minha mãe perdeu a prima da mesma forma. Disse que quando soube da notícia não pode deixar de pensar que já vivera a mesma história. Sabiamente, me disse que ela não descançou. Que o que aconteceu foi uma grande tragédia. Eu fiquei com medo de escrever. Mandei DM para uma amiga pedindo a opinião dela. Se eu escrevo, talvez eu consiga sair do estado em que me encontro. Não vai ser hoje mas pode ser que eu fiquei melhor daqui a uma semana. Eu não tenho religião nem fé em deuses. Isso não me consola. Tomara que console minha família. A maior preocupação de minha mãe é se reeguer e ajudar a irmã que perdeu a filha. Minha irmã caçula, grávida de 5 meses, está se preparando para se despedir da prima.


Quando erámos meninas, ela disse que se casaria com um homem altíssimo pois de baixinha bastava ela. Ela casou com o moço alto. Alto e tímido. Formavam o casal mais discreto daquelas bandas.



***

16 comentários:

  1. Uma tragédia, minha querida, sinto tanto por ela, pelo bebê, por toda sua família e por você estar tão longe. Sinta-se abraçada. Que o amor da sua família amenize a dor de todos atingidos por essa tragédia.

    ResponderExcluir
  2. Agora é hora de luto;viva-o:chore,lembre,fique triste,pois assim é que você está.Pra tudo há um tempo;e agora é tempo de chorar;é tempo de saudade bem presente.Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Ô, Mari, eu sinto muito, não sei o que te dizer, querida. Ah, que coisa mais absurda... Meu abraço pra você, linda, fique bem do jeito que der, viu. Se quiser escrever, tô aqui. Sinto muito, muito mesmo. Beijo grande.
    Rita

    ResponderExcluir
  4. Chorei contigo Mari. Palavras não consolam, mas, talvez, o carinho de uma amiga, mesmo virtual, quem sabe :)

    ResponderExcluir
  5. Mari,

    Nada me entristece mais do que uma mulher morrer ao dar a luz. É de uma tristeza tão grande que eu não encontro palavras. Sinta-se abraçada por mim também.

    ResponderExcluir
  6. Minha querida, é com o coração minúsculo que escrevo esse comentário. Queria estar pertinho e te dar um abraço, fazer um chá, segurar sua mão, atender telefones, fazer canja, servir café, toda e qualquer coisa que desse a sensação de ser um tantinho útil e próxima. Eu só posso te dizer que lamento, lamento tanto, por todos, pelo rapaz alto e tímido ,pela sua mãe que vê a tragédia se repetindo, pela sua irmã que deve sentir-se vulnerável, pelo bebê, por todos...Meu carinho enorme pra você.

    ResponderExcluir
  7. Muito triste. Deixo aqui o meu abraço à você e toda sua família. Como você sabe se precisar de algo estou aqui.

    ResponderExcluir
  8. Mari, sinto muitíssimo pela sua perda...

    ResponderExcluir
  9. Mari, minha linda, tô chorando aqui com seu texto e sua dor. Todo o meu carinho pra você hoje. O tempo ajuda a conviver melhor com a dor. Um beijo enorme pra todos os seus que sofrem.

    ResponderExcluir
  10. Tá lembrada que esse mundo é curto? É ainda mais curto nesses momentos, mas passa a ser longo quando percebemos que há um bebê com uma vida toda pela frente. Sinto muito, muito mesmo, por todos. E sim, eu tenho uma fé, não convencional, eu sei, mas tenho. E vou rezar por todos vocês. Beijo imenso.

    ResponderExcluir
  11. Pensei muito em você hoje, em sua família. Beijo grande, abraço longo, meu carinho. Fique bem, flor. Ah, fique bem. Bj,Rita

    ResponderExcluir
  12. Mari, sinto muito. Um abraço bem apertado e o meu carinho.

    ResponderExcluir
  13. Pôxa,Mari...sinta-se carinhosamente abraçada nesse momento. Força e solidariedade à toda sua família também.Bj!

    ResponderExcluir
  14. Sinto muito mesmo... Perdi uma grande amiga quase da mesma forma e imagino o que deve estar sentindo... Sinta-se abraçada a todo momento que precisar!! Bjs

    ResponderExcluir
  15. Ainda pensando em você e desejando poder estar mais próxima. Um abraço cheio de tempo pra você.

    ResponderExcluir