domingo, 2 de janeiro de 2011

Sem um plano

Um ano novo chegou. Eu nem fiz retrospectiva sobre como foi o meu ano de 2010 pois, eu não fiz nada realmente significativo. Esse ano eu tomei algumas decisões que podem ser mudadas a qualquer instante. São coisas como surtar menos em 2011 - não me expor ao sol em 2011 - insistir para que Ethan use o piniquinho em 2011. A grande verdade por trás de decisões tão faz de conta é que o tempo começou a ter todo um outro sentido desde que minha cunhada foi diagnósticada com um cancer bravo. Eu quis disfarçar mas contei os dias torcendo para que ela aguentasse ver 2011 nascer. Disfarcei bem. O ano acabou e eu nem vi. Eu, que gosto de planejar tudinho, não tenho um plano para 2011. Estou em compasso de espera. A gente põe na cabeça que não vai falar sobre cancer. E minha cunhada vai desaparecendo, magrinha, bem na nossa frente. E a família pequenina vai tentando sabotar o inevitável. Eu fico me perguntando como vai ser no final e me achando o ser mais fraco do mundo. Pessoas dizendo que tenho de ser forte faz eu me sentir miserável. Eu não sei ser forte. Eu sei fazer planilhas e planejar a lista de presentes. Sei fazer outras coisinhas mas nada digno de nota. Não sei como me portar nessa situação. Isso me incomoda tanto. É uma gastura, saca. Na minha fantasia eu deveria sair com minha cunhada com uma lista de aventuras para fazer antes dela ir embora. Eu teria um plano e isso me daria chão.




***


O tweet da Mulher Maravilha é para lembrar do lugar que foi criado para as mulheres neste mundo - ser enfeite. Ou mãe.


@camillamaggo - Pensa que é fácil? Elegemos uma mulher presidenta, mas é só aparecer uma mulher bonita pra nos lembrar que a luta do feminismo continua!



8 comentários:

  1. Mas né... eu queria te dar um plano, mas ninguém nunca me contou qual é. Nem a falsa MulherMaravilha aqui sabe comofas pra ser forte.
    Algo me diz, no entanto, que você está no caminho: "Na minha fantasia eu deveria sair com minha cunhada com uma lista de aventuras para fazer antes dela ir embora". Fantasia e carinho fazem uma boa receita.
    Adorei o retweet aqui,
    beijos carinhosos

    ResponderExcluir
  2. Como eu sempre digo: eu tenho um plano! O plano é: fazer dar certo! O quê? Aí já é querer demais, né. Bjs e um imprevisível e feliz 2011

    ResponderExcluir
  3. Passando para desejar um ano espetacular... com ou sem planos você já é uma pessoa maravilhosa. Te admiro, mesmo sem a conhecer pessoalmente, por tudo que expressa em palavras sem frescuras...
    Eu sempre que tento planejar algo não sai como queria...kkk então resolvi não planejar e nadar a favor da corrente... estou sendo mais feliz assim! Apesar de gostar de fazer agendas mensais com tudo que tenho pra fazer (mas aí são outros planos) kkkk
    Espero que tudo de melhor aconteça em 2011 para sua linda família.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Eu estou vendo agora os vídeos da posse de Dilma. Até num momento IMPORTANTE E INÉDITO na política brasileira como esse, a "boboquice- pra não dizer outro palavra que, infelizmente, não me veio à cabeça" arranja um lugar e toma nota. (É claro que eu falo do destaque que estão dando à mulher do Temer, né?! Or! Que ela é linda. Isso é! Mas o que tem a ver alardearem dessa maneira, ein?!)

    E enqnt a sua cunhada, minha amiga, espero que sejam doces esses últimos dias dela. =\ Qualquer coisa: grita, tuita, comenta!

    Estou por aqui, viu?!

    ResponderExcluir
  5. Ola, cheguei aqui não sei se foi por "apenas uma fresta" ou pelo "borboleta nos olhos", gosto muito das duas. Venho lendo mas sempre quietinha, vou dar um pitaco eu vi minha mãe ir desaparecendo com a doença, e na minha fantasia eu queria estar passeando com ela... seja você mesma, o doente percebe quando quem está em volta muda o comportamento e relembre com ela todas as saidas que vocês já fizeram juntas...
    abs
    Jussara

    ResponderExcluir
  6. Esse negós de fazer plano não dá certo; acho que é ir vivendo da melhor forma, sem procrastinar muito e tentando acertar.

    Acho que ng sabe lidar com isso de ver alguém querido ir partindo assim... Angústia define.

    Gde beijo, amada!

    ResponderExcluir
  7. Obrigada. Obrigada. Obrigada. Eu releio os comentários de vocês e todo o carinho e me sinto tão abraçada que vcs nem imaginam.

    Muito obrigada.

    Palavras, é um prazer ter você por aqui. A Borboleta e a Glorinha são mesmo uns amores.

    Bia, beijos!

    Silvia, obrigada pelo carinho.

    Mulher Maravilha, beijos!

    ResponderExcluir
  8. sabe que eu já tive um câncer?
    mas só no primeiro momento em que o médico me deu a noticia é que tive medo. passei uma noite inteira chorando.
    depois reagi e nunca mais pensei em morrer, nem em fazer coisas que a gente ve nos filmes, viver nos meses restante toda uma vida.
    o que eu queria era que as pessoas me tratassem normal, pois assim eu esquecia que era uma doente.
    atravessei a cirurgia , a quimioterapia, todas as implicações dela e hoje eu estou aqui firme e forte.

    ResponderExcluir