sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Selo - Prêmio Dardos




E não é que duas blogueiras indicaram o meu blog e me mandaram esse selo aí acima? Pense em uma pessoa feliz! Eu conheci a Glorinha a pouco tempo e ela me ganhou na simpatia. O Apenas Uma Fresta é o blog dessa menina lá das Alagoas. Ela diz que tem aprendido muito lendo coisinhas que escrevo por aqui. Eu é que tenho aprendido com você, Glória. A outra blogueira que me citou no blog dela e me enviou o selo é a Rita. Eu descobri ela através da blog da Tina, aliás, foi como eu descobri quase todas aí da lista de Indisciplinadas que permeiam essa blogoesfera. Roubei quase todas na maior cara dura. Fazer o quê se Tina tem muito bom gosto pra gente, minha gente? A Rita é suave. Essa foi minha primeira impressão sobre ela. Suavidade é uma coisa que eu não tenho e que invejo muito quando 'leio' isso em outra pessoa. Não preciso dizer que o que ela escreve é de uma beleza. Ela escreve o A Estrada Anil.

Daí que elas me enviaram o selo Dardos que tem a seguinte definição:



O Prêmio Dardos é o reconhecimento aos ideais que cada blogueiro emprega ao transmitir valores culturais, éticos, literários, pessoais etc., que, em suma, demonstram sua criatividade através do pensamento vivo que está e permanece intacto entre suas letras, e suas palavras. Esses selos foram criados com a intenção de promover a confraternização entre os blogueiros, uma forma de demonstrar o carinho e reconhecimento por um trabalho que agregue valor à Web.
O Prêmio Dardos tem as seguintes regras: Exibir a imagem do Selo no blog; Revelar o link do blog que me atribuiu o Prêmio; Escolher blogueiros para premiar.


A última frase me assustou muito. Como escolher os blogs para premiar? Eu amo todos que tento ler regularmente todas as manhãs. Depois de muito pensar, resolvi indicar os novinhos que acompanho.

Comecei a ler o blog Coffee,Clear Heels and Random Thoughts quando o concurso de blogueiras criado pela Lola começou a bombar. Li cada texto interessantes sobre como começou o feminismo de cada uma dessas mulheres. A dona do Coffee foi uma delas. Li os arquivos e confirmei minhas expectativas: os textos da Mulher Maravilha são leitura obrigatória.

A Ronise Vilela é dona do Ronise Vilela com Cicatriz. Eu comecei a ler o blog dela a um tempão mas me tornei mais próxima quando entrei no Twitter. Ela ressurgiu com tudo depois de uma tragédia. Ela é super fênix.

A Bia do Desperate Housewife é mãe de 4. Eu não concebo a idéia de ser mãe de 2, imagine de 4 crianças. E ela ainda estuda. Ela sabe grego. Como ela concilia isso e ainda mantém o penteado eu não faço a menor idéia. Admiro ela demais da conta.

A Carla é expatriada, é baiana, é um luxo. Ela é dona do Baianices. Me identifico demais com ela. O que ela escreve é poético mesmo quando ela está injuriada. Uma mulher inteligente e com uma visão dos EUA que não cai em clichezinhos.

Daniela escreve sobre as inquietações de ser mulher e negra. Ela escreve sobre dor pois infelizmente, em um mundo em que as mulheres são sistematicamente postas fora do jogo, não é fácil estampar um sorriso todos os dias. Eu recomendo a leitura do Histórias de Menina.

Quando a Iara faz post sobre os livros que ela lê, autores como o Bourdieu deixa de ser uma leitura espinhosa. É só fazer um passeio pelo Foi Feito pra Isso que termos como dominação masculina, gênero e habitus começam a fazer sentido.

A Luciana mora na França. Ela é dona do Caso Me Esqueçam. Esse blog já contribuiu demais com minhas crises de riso. Adoro a lucidez com que ela conta das aventuras de uma sertaneja em terras francesas.


Eu queria recomendar 7 blogs (fixei esse número porque senão a lista ia ficar interminavel) MAS vou quebrar a regra e indicar o blog da Renata. Ela diz que escreve um blog 'bobo'. Sinto muito em dizer que há controvérsias, Renatíssima. Amo ler o blog dessa menina. Indico.


Taí. Gostaram?

13 comentários:

  1. Mari, honra total ser citada por ti! Emocionou!
    Fênix? (hahaha) só não tenho vocação prá vítima, embora muitas vezes deveria assumir o papel.
    E acho que também vou fazer uma "cola" das tuas indicações, mas ai está o sentido da blogosfera, clicar, clicar até achar. Achei! :)

    ResponderExcluir
  2. Eu também ganhei esse selo recentemente,aliás o último post que escrevi é sobre isso.Meus parabéns,seu blog realmente merece.Só não vale indicar o selo pra Dani,eu indiquei primeiro :p

    ResponderExcluir
  3. Mari, minha flor! Que lindo poste!
    Amei o que você escreveu sobre mim, viu!? E olha... eu tenho aprendido muito com "esse corpo indisciplinado" que só a mãe do Ethan tem. #hihi

    E assim que me sobrar tempo, voltarei a esse poste pra visitar um por um dos blogs que vc indicou e que com certeza devem ser o maior barato. Primeiro pq vc indicou e depois pela sua definição de como são, né?!

    (Espero que nos próximos dias eu fique livre desse meio quilo de leituras que tenho pra fazer... =\)

    ResponderExcluir
  4. Gostei demais das indicações, aliás, é um prazer vagar por aqui, lendo, aprendendo, rindo, pensando...bjs carinhosos e parabéns pelo selo!

    ResponderExcluir
  5. Oi, lindona.

    Vou mencionar este post em um que quero escrever em breve. "A Rita é suave"... e outras impressões, hehehehe...

    Beijocas!

    Rita

    ResponderExcluir
  6. Mari, coisa linda. Que carinho bom.
    Vou ter um dia bom, com certeza, depois de saber que e' isso que voce pensa de mim.
    Um beijo carinhoso.

    ResponderExcluir
  7. Obrigada pela visita hoje e pelo parabéns, mas só antecipando, em um selo pra você amanhã (só não tive tempo de postar ainda,ai,ai, preciso de férias mas desta madrugada não passa)

    ResponderExcluir
  8. Fico super feliz de ser indicada por blogueira como você e a Raiza que são mulheres que eu leio, admiro e respeito.

    Eu nunca tinha me visto sob esse seu prisma "ela escreve sobre dor". É mesmo, eu escrevo. Tenho até dificuldade de escrever quando estou feliz, porque acho a (minha)felicidade meio clichê e acho também que a dor ensina mais (ou não...rs).

    De qualquer forma queria dizer duas coisas:

    1. algumas pessoas poderiam considerar "ela escreve sobre dor" uma maneira negativa de descrever a forma como eu escrevo. Eu não. Adorei. :-)

    2. Adorei tb as blogueiras que você indicou. Algumas ainda não tive o prazer e vou correndo lá conhecer. E outras como a Rita, a Iara, a Renata, a Carlinha (ai, adoro demais essa minha conterrânea) já são figurinhas cativas da meu Google Reader faz tempo.


    Beijos todo mundo!

    ResponderExcluir
  9. Poxa, obrigada. É um imenso elogio dizer que eu torno o que quer que seja mais acessível, ainda mais o Bourdieu! Fico até sem graça...

    ResponderExcluir
  10. Parabéns, selo mais do que merecido!

    ResponderExcluir
  11. Oi, lindíssimas! Obrigada pela visita e foi um prazer indicar a leitura de blogs de mulheres fantástica como vocês.

    Beijocas para Keyla e para a Borboletas no Olhos.

    ResponderExcluir