terça-feira, 14 de setembro de 2010

Mas a boa notícia é

---> que pela primeira vez o número de mulheres com doutorado nos EUA é superior ao número de homens.


Leia o artigo aqui.

2 comentários:

  1. Mari, nao li o artigo nao, mas vou apitar assim mesmo. Uma pena que no ramo de professores com tenure as mulheres ainda estejam engatinhando. Nao e' que elas nao tenham interesse em ser professoras universitarias, e' que elas sao sistematicamente mantidas em posicoes mais baixas.
    Eu sei que a gente deve ficar feliz pelas pequenas vitorias, mas depois de pesquisar esse assunto eu nao consigo me animar. As universidades dao a graduacao as mulheres com orgulho, mas quando chega a hora de dar tenure escolhem um homem. Humpf!

    ResponderExcluir
  2. Carla, foi bom vc passar por aqui porquê eu não sabia que aqui tem essa divisão na hora de estimular a pesquisa. É um balde d'água fria pensar que o departamento/universidade exclui as mulheres quando a questão é distribuir um beneficio igual o tenure.

    Em Rochester essa divisão é bem acentuada ou a coisa está melhor no departamento onde você pesquisa?

    bjkas

    ResponderExcluir