quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Eat, Pray, Love

I like that he was the parent who stayed home and tended to his children when they were little, while his Australian wife pursued her career. (A good feminist husband, he says, "I wanted to be on the correct side of social history.") - 'Comer, Rezar, Amar', p.275.



Sim, eu leio best sellers. Sim, eu esqueci ou nunca aprendi como se faz uma citação.

6 comentários:

  1. Eu confesso que tenho muito preconceito em relaçao aos bestsellers. É feio, mas eu tenho. :(

    ResponderExcluir
  2. Essa frase me deu vontade de ver o filme, que eu ja estava decidida a não ver....

    ResponderExcluir
  3. Ai! Eu ainda não sei falar, escrever, entender inglês, sabe Mari?!=\ UAHSUAHSUAHSUHUAHS Então, se possível, você traduziria pra mim? Sim... eu poderia colocar num tradutor, mas é que eles são tão desconexos. Sei lá!=/
    Bom... Adorei vê-la lá na minha lista de "selecionadores", viu?! Fiz o mesmo! Adorei o Corpo Indisciplinado e vou voltar sempre. Aliás, tenho que voltar mesmo pra ler outros postes e ficar por dentro!;)
    Sempre via seus coments no blog da Lola. Nunca parei pra pensar que você também pudesse ter um. \o/

    ResponderExcluir
  4. Agora voce imagina o Javier Bardem falando isso. Ai as margueritas na minha cabeca. rsrsrs

    ResponderExcluir
  5. Oiê! Eliane, não esquenta não que todos temos um preconceitozinho aqui outro ali. Sabe que eu tenho preconceito linguistico. To tentando me livrar dele. To querendo ler um livro ótimo sobre esse tema para dar uma clareada. Eu já vi senhoras donas de casa lá no interior lendo Sabrina, Júlia e eu ficava furiosa. Minha mãe é que ficava me dando toques de que pelos menos elas estavam lendo num lugar onde só tem tv a ser oferecido como 'cultura'. Eu lembro de um post seu dizendo que quando vc diz q não lê Senhor dos Anéis o pessoal te chama de esnobe e quando vc diz que vai ler um livro que não seja clássico o pessoal acha que vc está vulgarizando. Hihihi! Eu gostei deste livro apesar do 'Rezar'. Quero ver o filme pq dizem que o ator que faz o ex marido dela está excelente. O resto é Bardem falando!

    Amanda, obrigada por passar por aqui. Vc é do tipo que vê qualquer coisa com Javier? Me conta depois suas impressões sobre o filme. (ele falando português com sotaque!!! Méuldeus!!!)

    Glória, eu fiz um mutirão de uma pessoa só e li todos os post que estavam concorrendo lá no blog da Lola. Gostei muito do que li e dos blogs que descobri incluindo vc. A Keyla, essa amiga aí abaixo do seu coments vai traduzir o trechinho para você porque afinal é o metier dela. Ahahahah! Tô brincando! Obrigada pela visita!

    Keyla, brigadaaaaaaaaaa! Margueritas? O nome disse é Javier Bardem!

    ResponderExcluir
  6. Tradução feita pela Keyloca - "Eu gostei da parte em que ele diz que ficou em casa e cuidou dos filhos enquanto pequenos, para que a sua esposa australiana seguisse em busca de sua carreira. (Como um bom marido feminista, ele diz: " Eu queria ficar do lado correto da história social." - Comer, Rezar, Amar - p.275

    ResponderExcluir