quinta-feira, 25 de março de 2010

Guess who?

O primo e amicíssimo de meu marido vai se casar. Marido foi convidado para ser o best man e ta preparando a despedida de solteiro do cara. A despedida de solteira da noiva quem está no comando é a própria irmã e melhor amiga.

Pois bem, segue abaixo a lista de atividades que marido preparou para a despedida de solteiro do primo. São 21 amigos confirmados para a despedida.

Eles passarão uma manhã todinha em Chicago donwtown em uma pista de corrida dirigindo carrinhos que chegam até 200 km/h;

Eles vão almoçar no melhor do melhor dos restaurantes da cidade que oferece comida com sustância capaz de fazer com que os rapazes aguentem firmes as atividades do resto do dia;

Depois do almoço eles irão fazer uma pequena tour alcoólica pelo centro da ccidade. E dá-lhes shots de tequila, cervejada e zilhões de drinks com nomes estranhos;

O jantar será numa churrascaria brasileira, a Fogo de Chão pois, marido afirma que este é o ponto alto das festividades;

E a saideira vai ser em um clube de striptease. (Ainda tô na dúvida se o primo um dia vai crescer but, o cara pediu...);

A despedida de solteira da noiva? Do meu ponto de vista e do que eu chamo de divertido, não vai ser como a despedida dos meninos não...

Mas pelo menos desta vez eu não li no convite da despedida de solteira da moça uma coisa que me deixou fascinada - estupefata cairia melhor - em outra festa de despedida alguns anos atrás - "Traga sua melhor receita para presentear a noiva". E eu me perguntando se eu tava lendo aquilo mesmo. Então tá combinado, né? Os meninos na esbórnia e a as meninas em um chá cozy trocando receitinhas. E eu amo cozinhar e tals mas aquilo ali me chocou. Nem ficava legal montar um livro com receitas para a noiva pois ela não sabe e não gostaria de aprender a cozinhar, poxa. E cadê os gô gô boys, os tequileiros malhados e os porres de pinga para as meninas? Nada! E eu nem vou discutir como essas diferênças entre meninos e meninas são criadas e o quanto elas f*odem nós mulheres. Porquê tem nem o que discutir. Ah, o Midwest americano e as mocinhas trocando receitinhas. Coisa mais singela. NOT.


To aqui pensando que falta um tantinho assim para me convidarem para uma despedida de solteira num spa. Porquê mulher tem de se cuidar, né não?

2 comentários:

  1. Hahaha, só rindo. Eu até gosto de pegar uma receita interessante com alguém, mas transformar HEN NIGHT em workshop da Martha Stewart é demais, não? Eu me recusei a encarar a tradição quando me casei (me ofereceram uma aqui, mas a) eu não tinha intimidade com essas pessoas e b) não acho graça na tradição).

    Respectivo foi convidado pela melhor amiga pra organizar a hen night DELA. E ele está convidado, mas não vai na stag party do noivo. Tempos modernos... ;)

    ResponderExcluir
  2. Workshop da Martha Stewart foi otEmo! Nem eu acho graca na tradicao e como casei no BR, fiz soh festa de casamento para desolamento de pai e mae.

    Eita, sera' que um dia um amigo organizara' a despedida de solteira de uma amiga por aqui nos EUA? Do jeito que o povo aqui neste Estado e' conservador, acho que nao...

    Tu acredita que eu perguntei a uma 'tontinha' que ia se casar se ela ia usar o sobrenome do marido ou se o marido ia usar o sobrenome dela. E ela me olhou embasbacada dizendo que nos EUA nao podia fazer isso nao...que ela nunca tinha visto isso. Quando eu afirmei o contrario o queixo dela acabou de cair.

    Sente o drama do povo que eu ando convivendo hihihi. Um dia ainda me mudo para OC ou Deseperate Housewifes.

    bjks

    ResponderExcluir